quinta-feira, 10 de abril de 2014

Sociedade | Criança e a moda, um fazer de conta?



Choca-me cada vez mais a tenra idade com que as crianças entram no mundo da moda. Até que ponto isso não é prejudicial?  Porque é que uma criança de 10 anos quer ser modelo? Terá noção realmente do que faz?

Todos os dias somos bombardeados por anúncios de publicidade a marcas, capas de revista, etc, que mostram modelos que atingem uma perfeição inimaginável. São bonitos,  têm corpos definidos, cabelos magníficos, olhares deslumbrantes com maquilhagens perfeitas e roupas bonitas.  Todo este aparato que nos chega todos os dias fascina imensa gente.  Cada vez mais as crianças tem acesso a este mundo devido ao pouco controlo que há pelas entidades parentais.

Contudo, o mundo da moda trás rasteiras.  Nem tudo é como aparenta ser. Nem tudo é o mar de rosas que vimos. As agências de moda na maioria das vezes só têm um objectivo: o lucro. Não vê a criança no seu todo, como ser humano.

Embora haja muitas crianças a pedir para serem modelos existem outras que não é bem assim. Muitas vezes são os pais.  Os pais projectam nos filhos aquilo que nunca conseguiram ser.  E quem diz no mundo da moda diz no futebol ou na representação.
Os pais querem ver nos filhos o seu sonho.

Mas tudo tem os seus limites.  Até que ponto este mundo da moda não leva a uma sexualização da criança? A maquilhagem em excesso, aa roupas desproporcionais à idade e a exposição pública são consequências deste trabalho.  Sim, é um trabalho. Recebem por aquilo que fazem.

É fundamental que neste mundo haja um acompanhamento dos pais. Uma criança de 10/11 anos não tem maturidade suficiente para lidar com tudo o que esse mundo acarreta.
 É sempre bom haver um hobbie para além da escola,  mas adequado à idade.

9 comentários:

Hibiscus disse...

Estas imagens já são antigas e já levantaram muitas polémicas. É sem dúvida um perigo quando não são acompanhados pelos pais e quando não é proporcional o tipo de campanha ou trabalho à idade.

JS disse...

Começa-se cada vez mais cedo a viver neste mundo de fantasia e, mais grave, com a conivência (quando não pressão) dos próprios pais. :\

Cláudia S. Reis disse...

Se a criança for devidamente acompanhada ser modelo pode ser um hobbie tão bom quanto aos outros. Mas quando isso sobe à cabeça das crianças, ou pior, dos pais então deixa de ser saudável. Todas as crianças gostam de se vestir à "adultas", imitar aquilo que vêem. Mas faz parte do papel do adulto mediar esta brincadeira. É que afinal não passa de uma brincadeira de faz-de-conta.

Audrey Deal disse...

Já tinha visto essas fotos da capa da Vogue, a miúda é tão nova, vai perder a infância toda! ATé já a compararam a outra modelo!

Renata disse...

Olha, concordo plenamente com tudo o que dizes. Cada coisa a seu tempo... A infância tem de ser vivida com as brincadeiras e a inocência típica da idade. Quem fala na moda fala na representação... Há realmente que pensar bem nos caminhos pelos quais levamos os nossos filhos.

Anna disse...

concordo com o que dizes. essa rapariga é demasiado nova para a pose em que está!

A disse...

Concordo com tudo o que disseste :)

Chloë disse...

A mim choca-me mais que os pais permitam isso acontecer. De certa forma estão a aproveitar-se da imagem dos filhos. São tão novos...

Aricia disse...

É horrível.