domingo, 21 de setembro de 2014

VIDA ACADÉMICA | VIVER NA CIDADE ONDE SE ESTUDA



Acho ridículo quando me dizem que não ando a aproveitar a minha vida universitária, pelo simples facto de não viver na minha cidade universitária e vir todos os dias a casa. Se aproveitar a vida universitária se cingir a saídas à noite para os copos, a jantares em casa de colegas de curso com regularidade ou estudo em conjunto, então sim, podem dizer que não ando a aproveitar vida de estudante universitária.
Mas, contudo, eu acho que as coisas não são assim. A vida de estudante não se limita a isso. Para além das saídas até de madrugada, do chegar a casa e não ter os pais, do não controlo parental, a vida universitária acarreta muitas outras coisas, como por exemplo muitas mais responsabilidades.
Sinto que o facto de não viver ou dividir casa com outros estudantes, faz com que tenha menos responsabilidades a esse nível. Sinto-me priviligiada por chegar todos os dias a casa e não ter jantar para fazer, roupa para lavar ou passar a ferro, loiça para lavar, entre outras tarefas que possivelmente pessoas que dividem casa o fazem. A não ser que vivam numa autêntica pocilga ou então tenham empregada que faça isso diariamente.

Quero com isto dizer que sinto perfeitamente que estou a aproveitar a minha vida enquanto estudante universitária. Tive jantares de turma reinados pela animação, noites partilhadas na melhor companhia, saídas para dançar que nem tontos...
Não me sinto diferente por vir todos os dias a casa e não sair da alçada dos meus pais.
Mas admito claro, que caso vivesse na minha cidade universitária seria um grande passo para a minha vida adulta " a sério", como referi quanto a responsabilidades e afins. 
Não estou de todo a tecer críticas a quem o faz,  as circunstâncias fazem as coisas acontecer.  Eu tenho a possibilidade de todos os dias vir a casa,  mas há quem não o tenha de todo.  É um acto de coragem e de responsabilidade ir para um lugar completamente novo,  onde não conhecem nada,  e ter uma vida diferente daquele  que tinham até então.

Mas agora não me venham dizer que por causa disso não vivo em pleno a minha vida enquanto  estudante universitária. 

5 comentários:

F. disse...

Dizerem isso é um pouco ridiculo na minha opinião .

Marisa Costa disse...

"Mas agora não me venham dizer que por causa disso não vivo em pleno a minha vida enquanto estudante universitária. " Claro que estás a aproveitar :o
Nao é por vires na casa dos teus pais que estas a aproveitar menos...

Xana disse...

Quem me dera viver com os meus pais

Audrey Deal disse...

Cada um vive à sua maneira e cada um sabe o melhor de si, detesto quando as pessoas vêm opinar. Se nos sentimos felizes, porque é que se metem na nossa vida?

A disse...

Isso são ideias ridículas e pré-concebidas. O que importa é que estejas feliz :)