domingo, 8 de junho de 2014

CONVERSAS DE VARANDA | Mundial do Brasil 2014


A febre do Mundial do Brasil já aí anda à  umas semanas. As televisões a nível internacional fazem referências ao tão aguardado espetáculo de futebol que aí vem.
 As bandeiras já estão hasteadas, as músicas de apoio ás seleções fazem-se correr pelo youtube e milhões de pessoas aguardam as tardes passadas na esplanada a assistir a sua seleção na melhor companhia. Tipico português tem sempre os fiéis tremoços e a Super Bock na mesa. Os ecrãs gigantes estão montados, preparados à espera de verem gritos, choros e muita animação.

Nada até aqui parece correr mal ou até estar errado. A economia portuguesa agradece aos milhares que saem do sofá e rumam à esplanada -  tipo eu- para assistir aos jogos da seleção.
Abafados- ou pelo menos têm tentado- são as centenas de manifestações que se fazem sentir por todo aquele que é o país que acolhe o Mundial, o Brasil pois claro. Não é desconhecido aos nossos olhos que no Brasil se destacam dois tipos de pessoas/sociedades: a moderna e capitalista e a rural, deixada para trás no tempo.

As pessoas estão indignadas. Vêem o seu dinheiro dos impostos ser usado na construção de estádios de futebol - que se forem como aqueles que aqui em Portugal se construíram aquando o Euro 2004, estarão às moscas daqui a uns tempos-, o aumento dos passes dos transportes públicos, entre outros. Ninguém consegue ficar indiferente a este tipo de situações. Para não referir o facto do Brasil não ser um país famoso pela sua segurança. E muito bem fez os Estados Unidos que escreveu uma carta aos seus cidadãos com indicações prévias acerca do Brasil ( caso fossem ver algum jogo). 
Não esquecendo que foi o Brasil que propôs à FIFA este Mundial, não a FIFA que foi até ao Brasil pedir. Esta proposta já fez com que imensas vidas se perdessem na construção dos estádios. 

Pergunto-me até quando? Até quando é que a presidência de um país tolera este tipo de situações? 
Ah, esqueci-me,a economia gerada é mais importante que a vida e o bem-estar dos cidadãos do país.

7 comentários:

Carolina disse...

Já tinha visto esta imagem e tocou-me imenso sinceramente :/
Há coisas que infelizmente não se conseguem entender x.x

Hibiscus disse...

Este mundial está a dar muito que falar. Quero muito ver os jogos mas vale a pena o sofrimento de tanta gente por futebol ? É uma situação muito complicada mesmo.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Danielamiga

Adoro o futebol, ainda que tenha praticado rugby/râguebi e natação. Ainda sei dar um chuto numa bola oval, mas numa esférica - nem pó.

Vou seguir o Mundial, é claro; mas isso não me impede de aplaudir O Brasil acordou!
Já era tempo, caramba!

Qjs = queijinhos = beijinhos e até rimam...

DC disse...

Esta imagem choca-me de facto...
Tenho um mau pressentimento sobre esse mundial - vai gerar ainda mais confusões...

Flor de Maracujá disse...

Este mundial está a ser dos mais falados ;)
Beijinho*
www.flordemaracuja.pt

Blackbird disse...

Não vamos culpar o Brasil por tudo porque a FIFA, apesar de aceitar só países que se candidatam, também errou e muito. Deviam ter avaliado bem as condições do país antes de terem aceito. E o Brasil devia ter estabelecido as suas prioridades, algo que fez mas de uma maneira incorrecta. Mas eu já estive no Brasil sabes que mais? Lá é mesmo assim. Primeiro vem o futebol e tudo o resto. Quem se está a manifestar são aqueles que tiveram acesso a educação e conseguem ver o que se está a passar, os mais pobres e ignorantes (à falta de termo melhor) continuam a fazer a festa...

Audrey Deal disse...

Concordo contigo, porque não usam os estádios antigos, é preciso construir novos? Epa se não têm estádios em condições passa-se para outro país! Este mundial tem sido muito falado e até por aspectos negativos