sexta-feira, 28 de março de 2014

É o orgulho


Eu posso dizer as maiores barbaridades do mundo ao telemóvel se estiver zangada com ele. Mas quando ele chega e está comigo, mesmo à minha frente (embora nos primeiros minutos me faça de dura) eu não lhe resisto. Fico triste quando ele está zangado comigo. É uma dor que se mistura com o meu orgulho, que muitas vezes me faz ser o que eu verdadeiramente não quero ser!

3 comentários:

Aricia disse...

Acontece o mesmo coma minha relação.

Mariana disse...

Também não consigo ser tão fria como quero quando ele está triste...
R: obrigada bby!

Aaminah disse...

também sou muito orgulhosa, e às vezes não é bom :/