domingo, 23 de fevereiro de 2014


Há gente mesmo muito mal educada e sem consciência nenhuma das suas atitudes.
 Não é que hoje, no final de um jogo do clube do meu irmão ( embora não fosse a equipa dele fui na mesma apoiar) houve confusão. E das grandes, daquelas com direito a polícia e tudo. Um jogo que envolve miúdos de 14 anos não é motivo para tanto. É desporto, e os miúdos estão lá a aprender a trabalhar em equipa. Não entendo qual é a dos pais se zangarem só por perder ( mas que mau perder). Só vos digo que aquilo foi uma palhaçada. Eu e os meus amigos só nos riamos. Ah, de salientar que foi uma mulher que começou a virar-se a todos. Ainda dizem que futebol é coisa de homens: isso é de outros tempos!

6 comentários:

Carolina. disse...

É uma coisa completamente absurda. Há pessoas fanáticas mesmo quando não há prémios significativos em jogo... Se nos jogos "a sério" já é ridículo, quando são miúdos ainda pior...

JS disse...

Há que começar a dar bons exemplos enquanto eles são novos, para daqui a uns anos estarem aptos a fazerem figuras tristes nos jogos do primeiro escalão.
É esse tipo de gente que faz do futebol um antro. :\

Hibiscus disse...

Não percebo porque é que as pessoas se matam por causa do futebol, não mesmo.

Mic disse...

Um dos meus primos mais velhos também andou no futebol quando era novo. Às vezes íamos vê-lo e eu ficava parva com o que se passa nas bancadas entre as famílias dos miúdos.
Credo, geram mais confusões que os próprios miúdos.

Audrey Deal disse...

OMG coitados dos miúdos, enfim há pessoas que não se sabem comportar em público!

A disse...

Haja paciência...