segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Actualidade | Praxes académicas


Muito se tem falado e especulado acerca das praxes académicas. Não posso e nem consigo ficar indiferente acerca de tudo o que se têm dito acerca de tal.
Foi de louvar, e foi com muita atenção que assisti, às palavras do professor Marcelo Rebelo de Sousa, ontem na TVI. Se não viram aconselho a ver.
Desde sempre encarei com muito medo mas no entanto com entusiasmo a praxe. Todos os meus amigos que já andavam na faculdade tinham participado e vivido as praxes. Diziam-me que embora duras, eram uma experiência que eu não podia deixar de presenciar.
Hoje digo que ter andado na praxe foi sem dúvida uma vivência incrível. Não me arrependo e aconselho a todos a experimentarem. 
Na praxe eu conheci amigos e pessoas que possivelmente nunca vou esquecer. 
Foram muitas as coisas boas que vivi com a praxe que cobrem todas as más ( que também as há), daí a ser muito complicado para mim ver a comunicação social e outros meios a generalizar tanto acerca das praxes académicas. Um acontecimento ( que embora não se saiba se foi no âmbito de praxe ou não) não pode fazer com que torne tudo tão horrível e monstruoso quando se fala nas praxes. Há que medir as palavras e saber distinguir situações. 
Acredito que esta situação denominada de " Tragédia do Meco" vá trazer algumas consequências no futuro no que diz respeito às praxes. Aqueles jovens que partiram, deixaram muita dor às suas famílias mas também muita dúvida. Certamente que muitas serão aqueles que vão lutar por respostas porque as merecem e existe quem as dê. No entanto não se pode esquecer que o jovem que sobreviveu à " Tragédia do Meco" acaba por ser duas vezes vítima. Imagino que seja muito difícil para ele gerir toda esta situação.
Espero que este tema ( que ainda vai dar muito que falar) seja levado a bom porto e que não se generalize quando se falam de praxes académicas, porque é errado o fazer. Nem tudo é igual.


Que têm a dizer acerca deste tema? Já andaram na praxe? Contem-me as vossas situações!

4 comentários:

Mariana disse...

eu encaro a praxe com um pouco de medo, mas mesmo assim quero participar na praxe, acho que não deixava passar essa oportunidade! Acho que há praxes e praxes, praxes demasiado duras para sequer existirem, mas "porem tudo no mesmo saco" não acho correto.
R: mas fazes muitos trabalhos de apresentação em inglês II?

Diana Cardoso disse...

Para o ano vou para a universidade e pretendia aderir à praxe mas agora com estas noticias, são muitas as pessoas que me enchem os ouvidos para não ser praxada.. :S

http://aminhacirurgia.blogspot.pt/
http://ocantinhoodadiana.blogspot.pt/

Lluz disse...

R: obrigada querida :)
Eu tenho uma opinião sobre este assunto. Visto que já estou farta "disto" qualquer dia relato a minha no blog.. já faltou mais..

Aricia disse...

Eu fui praxada mas acabei por abandonar por mil e um motivos e um deles era o facto de nos humilharem e eu não aprender nada e não ser integrada porque eu não ia com eles todos para a noite embebedar-me e ia sempre à aulas.