quarta-feira, 9 de outubro de 2013


Não está a ser fácil a ausência dele. Do nada aquela pessoa que falava comigo todos os dias, que me contava as melhores e as piores coisas do seu dia deixa-o de o fazer repentinamente. É só esta semana. Eu aguento a tua ausência!
Não posso ser tão dependente de ti, isso não me faz bem em momentos como este!

4 comentários:

A Gata de Saltos Altos disse...

É óptimo termos alguém e acredito que seja fundamental, que nascemos para partilhar uma vida com outra pessoa. Mas a verdade é que a nossa felicidade não pode nunca depender de terceiros. Sentimos falta sim...mas temos de aproveitar todo o resto para não pensar tanto nessa ausência e ultrapassá-la da melhor forma.

Um bom dia para ti, beijinho *

http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

Aricia disse...

Eu também era muito dependente do meu namorado e ele chegou a um ponto em que disse, ao fim de 3 ou 4 meses de namoro que eu não devia ser assim e que isso não me faz bem. Aos poucos e poucos comecei a habituar-me aos dias em que ele estava ausente e não tenho que estar sempre com ele. Ele agora estuda na mesma escola que eu e eu quase nunca estou com ele por questões de horário e porque eu tenho as minhas colegas para conversas e eu quero que ele conheço novos colegas lá no curso onde está.

Emilie Lorena disse...

Vais ver que passa rápido e quando deres conta essa pessoa está de volta! Força :)

A. M. disse...

muita força querida*